A gestão de pessoas nas organizações, aconselhamento e mentoring

Segundo Idalberto Chiavenato “o conceito de Gestão de Pessoas, ou administração de recursos humanos, é uma associação de habilidades e métodos, políticas, técnicas e práticas definidas, com o objetivo de administrar os comportamentos internos e potencializar o capital humano nas organizações. A Gestão de Pessoas ocorre através da participação, capacitação, envolvimento e desenvolvimento de funcionários de uma empresa.”

Gerir gente eficazmente é saber definir as necessidades de pessoal, saber atrair, contratar, reter, motivar, avaliar desempenho, desenvolver, remunerar, reconhecer empenho (diferente de desempenho) e, até, saber demitir. Como disse José Luiz Bichuetti para a revista Harvard Business Review Brasil “É reconhecer que gente é o propulsor que move as empresas”. Dentro desse conceito dito podemos afirmar: “Os gestores têm papel fundamental na atração, retenção e na gestão de pessoas.”

Certamente, os Gestores são aqueles que mais conhecem as competências, as qualificações e as necessidades de desenvolvimento das pessoas que com eles trabalham. E podem praticar Aconselhamento e Mentoria para desenvolver seus liderados.

O que é Aconselhamento?

Aconselhamento é um processo de orientação de pessoas, cujo objetivo é “ajudar a pessoa a se ajudar”. A atenção do aconselhador é focalizada sobre a pessoa antes de o ser sobre o problema, seja ele de ordem pessoal ou profissional.

O nascimento oficial do counseling remonta aos anos 50 do século XX, nos Estados Unidos, e aos anos 70 na Europa, seja como serviço de orientação, ou como, instrumento de suporte nos serviços sociais e no voluntariado.

Aconselhamento de carreira é uma prática de orientação de profissionais sobre carreira. Indica uma assessoria, não necessariamente formalizada, a profissionais que desejam ou necessitam reavaliar suas carreiras, identificar alternativas e fazer escolhas.

Os líderes de equipe podem desenvolver o aconselhamento da carreira de seus colaboradores buscando motivá-los para atingirem o seu potencial máximo, estabelecerem objetivos profissionais e lidarem com as mudanças no trabalho, aumentando a empregabilidade e a performance na organização, e gerindo com sucesso as suas carreiras.

E o que é Mentoring?

Mentoring – ou Apadrinhamento – é um conceito de gestão de pessoas e orientação para crescimento pessoal.

É uma prática de tutoria, onde um profissional mais experiente orienta e compartilha com profissionais mais jovens ou menos experientes, vivências e conhecimentos, fornecendo-lhes orientações e conselhos (pessoais e profissionais) para o desenvolvimento de suas vidas e carreiras.

Mentoring foca as realizações no presente e no futuro, buscando levar o profissional a sair do estado atual para o estado desejado.

Segundo Rosa Bernhoeft, “o mentor instiga o questionamento para o autoconhecimento e para a descoberta das próprias competências, dos objetivos e das deficiências que precisam ser trabalhadas para alcançar esse objetivo.” O mentor não será, necessariamente, o chefe ou alguém dentro do seu contexto hierárquico da organização. O mentor é um mestre, um guia, um instrutor disposto a ensinar tudo que sabe e preparar profissionais.

“Bons líderes fazem as pessoas sentirem que elas estão no centro das coisas, e não na periferia. Cada um sente que, ele ou ela, faz a diferença para o sucesso da organização. Quando isso acontece, as pessoas se sentem centradas e isso dá sentido ao seu trabalho.” (Warren Bennis)


Marcia Vazquez | Gestora do Capital Humano e de Operações
Marcia Vazquez | Gestora do Capital Humano e de Operações

MBA em Gestão de Pessoas pela Universidade Anhanguera, Certificada em Hogan pela Hogan Brasil, Certificada em Coaching pela International Coaching Community (ICC), Pós-Graduada em Gestão de RH pela Universidade São Marcos, Especializada em Análise Transacional pelo IBAT e Graduada em Psicologia pela FMU

Os comentários estão fechados.