Marcos L. Q.

O processo foi bastante interessante, consegui muitas entrevistas pelo processo das cartas (umas 15, em pleno Janeiro). Foram 05 entrevistas nesta empresa onde me recoloquei, e o “coaching” do Eduardo Bahi foi fundamental, a cada entrevista eu relatava e ele retornava com dicas muito importantes. Este foi um processo muito significativo, não temos idéia de tudo o que temos que aprender numa entrevista, para mim o mais importante foi “aprender a calar” na hora certa. Fiquei muito satisfeito, foi rápido como imaginei (03 meses), numa época de crise, e em meses “improdutivos” (dez, jan, fev). Quebrando todos os paradigmas.


Ariel Cannal

Os comentários estão fechados.